Tags

, , , , ,

Gnomo para colecionadores da Philanthia (Foto: Priscila Dal Poggetto)

Gnomo para colecionadores da Philanthia (Foto: Priscila Dal Poggetto)

Na Philanthia há enfeites de Natal o ano inteiro (Foto: Priscila Dal Poggetto)

Na Philanthia há enfeites de Natal o ano inteiro (Foto: Priscila Dal Poggetto)

Lendas de gnomos e fadas ainda são muito fortes culturalmente no Leste Europeu, especialmente se o tema é Natal. Em Budapeste, na Hungria, há uma lojinha muito louca chamada “Philanthia”, com Papai-Noel, gnomos e fadas lindos, que custam mais do que sua imaginação pode te levar: apaixonei-me por um gnomão de 180 euros, para se ter ideia. Inclusive, muitos deles recebem identificação para colecionador (aí a quantidade de dinheirinhos vira fábula).

<3 Philanthia (Foto: Priscila Dal Poggetto)

❤ Philanthia (Foto: Priscila Dal Poggetto)

Tive de me contentar com um enfeite de árvore de Natal, que dei carinhosamente de presente para minha mãe que tem a árvore natalina mais globalizada que eu conheço.

Identificar a loja é fácil. Fica na Váci utca (número 9) e tem um boneco gigante de uma velha. Esta rua é, na verdade, um bulevar cheio de bares e restaurantes.

Fora os bonecos, há um monte de badulaques diferentes, todos vindos de “algum mundo encantado” que me lembrou muito de histórias infantis clássicas da Europa — se você foi uma criança que assistiu na TV Cultura à série “Contos de Fada”, sabe do que estou falando. Vale a pena visitar a página deles no Facebook: https://www.facebook.com/LikePhilanthia

Saindo da loja, aproveite para se refrescar na fonte que tem uma estátua do deus Mercúrio enorme, no mesmo bulevar. Todo mundo vai lá molhar a mão. Vai ver que dá sorte… Mas juro que vi um velho molhar a cabeça e ir até a vitrine de uma loja acertar o penteado pelo reflexo do vidro. Em Budapeste é assim, etiqueta pra que se o bom é a alegria de viver?

Philanthia é a loja encantada de Budapeste (Foto: Priscila Dal Poggetto)

Philanthia é a loja encantada de Budapeste (Foto: Priscila Dal Poggetto)

***

Bureka é um salgadinho típico do Leste Europeu com sabor inesquecível. Sei lá por que a minha avó de sangue italiano começou a fazer — provavelmente ganhou a receita de alguma vizinha. Dá um trabalho do cão esticar a massa, mas o sabor é muito especial (leia-se não conseguir parar de comer até ver o fim da fornada). Veja a receita no post anterior o clique aqui. 

Fonte no Bulevar da Váci utca pra molhar a mão e os cabelos (Foto: Priscila Dal Poggetto)

Fonte no bulevar da Váci utca pra molhar a mão e os cabelos (Foto: Priscila Dal Poggetto)