Tags

, , , ,

Para o guisado de carne

Ingredientes
– 500 g de carne (bovina, vitelo, cedro ou qualquer outra de caça) cortada em cubos (se for com osso, em pedaços);
– 1 cebola;
– 2 dentes de alho;
– 100 g de polpa de tomate ou de tomates picados sem pele e sem semente;
– 6 colheres (sopa) de azeite;
– 1 xícaras (chá) de vinho branco;
– 300 ml de água quente;
– cenoura cortada em rodelas grossas, ervilhas, brócolis, acelga picada, vagem a gosto. }
– Sal e pimenta a gosto
– 30 g de manteiga com sal

Preparação
Em um tacho ou panela de ferro refogue no azeite, a cebola e os alhos picados. Junte a carne, a polpa de tomate, o vinho branco e a água quente. Tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar até a carne ficar tenra. No meio do cozimento, acrescente os legumes previamente salteados na manteiga.
Sirva com arroz ou polenta ou o tradicional pão de Botsuana chamado Phaphatha (abaixo).

Para o Phaphatha

Ingredientes
– 500g de farinha
– farinha para ajudar a sovar a massa
– 7 g de fermento seco
– Um copo de água
– 2 colheres (chá) de açúcar
– ½ colher (chá) de sal

Preparo
Peneire a farinha e o fermento em uma tigela. Adicione o açúcar e sal. Aos poucos, adicione a água e amasse com as mãos para formar a massa. Sove por cerca de 5 minutos até ficar macia e flexível. Separe em um recipiente coberto com um pano úmido e deixe descansar por 30 minutos. Em uma superfície polvilhada com farinha, abra a massa com cerca de 1 cm de espessura. Com a ajuda de um objeto redondo, tal como um copo, corte-a em círculos.
Remova o excesso de farinha e coloque os pães sobre uma assadeira plana com espaço entre eles para crescerem. Asse em forno médio permitir a fermentação, a temperatura do forno não deve ser muito alta, porque o phaphatha não pode queimar antes de assar completamente por dentro.
Quando as bolhas aparecem na superfície da massa, vire-o para selar o outro lado. Retire do fogo quando chegaram à cor desejada.

Sobre a história desta receita
Todas as refeições no acampamento do safári em Botswana eram em volta da fogueira, preparadas pelo sorridente Oats Kebue, o nosso querido O.T. Entre suas especialidades na combinação lenha e panela de ferro está o guisado, seja de qual bicho for… Comemos carne bovina, de impala, de búfalo etc. Outra preciosidade era o pão, que ele assava em uma inacreditável combinação panela de ferro e brasa. Nunca comi tanto pão na vida, era incrivelmente bom. Em homenagem às nossas “paneladas” (que normalmente terminavam com o “Brazilian team” lavando a louça na bacia”, passo a receita do guisado com vegetais. Para acompanhar, um pão que não é o do O.T., mas é o mais tradicional de Botsuana e que experimentei em Maun, antes de partir para o Safari. Chama-se Phaphatha e pode ser apreciado só com manteiga, geleias ou com carne, como um bom guisado.

Leia o texto sobre esta viagem aqui: Os jogos de Botswana